Facebook

MORANGOS A SEUS PÉS

Escrito por Everton. Publicado em Paisagismo

Melhor do que colher jabuticabas em vaso na varanda, só mesmo ter na base da árvore moranguinhos como forração.

À primeira vista, pode-se pensar que este vaso provavelmente tenha saído do País das Maravilhas, de Hogwarts ou de qualquer outro lugar encantado que sua imaginação sugerir. Ledo engano. É possível, sim, ter um gracioso vaso com uma jabuticabeira e moranguinhos pendentes como forração – e sem nenhum passe de mágica.

DIVIDIR É PRECISO

Escrito por Everton. Publicado em Interiores - Ambientes e Decoração

Privacidade, organização e individualidade. Como preservar tudo isso quando irmãos precisam dormir no mesmo quarto? Boas saídas estão nos cinco projetos a seguir, repletos de soluções para você copiar

02/08/14 - TEXTO MARIANA MELLO | REPÓRTER DE IMAGEM MARIO MANTOVANI - POR CASA E JARDIM

 (Foto: Celia Weiss e divulgação)
mesa, cadeiras e pufe da q&e Bebê (Foto: Celia Weiss e divulgação)

Só alegria 
A chegada da caçula Sofia a esta casa no Jardim Guedala, zona oeste de São Paulo, trouxe a boa-nova aos irmãos Mattia e Paolo: eles passariam a dividir o quarto. Com seis e quatro anos, os garotos saíram no lucro. Reformado pela arquiteta Fernanda Moreira Lima, o espaço foi ampliado para 30 m². Além das camas dos meninos, ambas postas num nível superior acessado por escada revestida de aço inox, a moradoraSerena Carnevale, mãe das crianças, pediu uma cama extra. “Temos o hábito de ler antes de dormir. É nela que nos reunimos todas as noites”, diz. Fã dos desenhos feitos pelos filhos, Serena encomendou à arquiteta a prateleira contínua para exibi-los. “O interessante desse projeto é que ele tem identidade infantil mesmo sem estar ligado a um tema ou personagem”, explica a profissional.

 (Foto: Celia Weiss e divulgação)
Papel de parede da Celina Dias (Foto: Celia Weiss e divulgação)

E não é que coube?
Roupas, brinquedos, escrivaninha, três camas e dois meninos. Tudo isso tinha de caber no quarto dos irmãos Bruno Eduardo, de sete e cinco anos. Trazer soluções para a planta de 13 m2 – enxuta, recortada e difícil, na opinião do arquiteto Marcelo Rosset – foi uma missão e tanto. O primeiro passo: criar um nível superior, onde dorme o mais velho. Na lateral da escada de freijó, cujos degraus são gavetas para brinquedos, há o porta-livros de aço inox. Na ausência de espaço para criados-mudos, Marcelo projetou nichos com iluminação embutida, valorizando os espaços individuais dos meninos. A cama do andar de baixo, na verdade, é bicama. O espaço tem ainda escrivaninha e armário para brinquedos. “Teria sido impossível encaixar todos esses elementos sem criar dois níveis de altura”, diz Marcelo.

 (Foto: Celia Weiss e divulgação)
À dir., a escrivaninha e o guarda-roupa (Foto: Celia Weiss e divulgação)

Dupla capacidade
Quando as irmãs que dividem este quarto de 19 m2 convidam as amigas para dormir em casa, a farra está armada. Idealizado pelo arquiteto Marcelo Rosset num apartamento em Higienópolis, o espaço tem duas bicamas de solteiro, perfeitas para hospedar mais duas pessoas. O único criado-mudo, compartilhado pelas meninas, fica entre as camas. Em vez de pés, ele tem rodízios, o que facilita sua movimentação durante o uso das bicamas. Traçada pela cabeceira inteiriça das camas, a linha horizontal na cor berinjela tem continuidade na escrivaninha: o painel feito de laca, na mesma cor, esconde os fios dos aparelhos eletrônicos.

 (Foto: Celia Weiss e divulgação)
tem duas bicamas de solteiro, perfeitas para hospedar mais duas pessoas. O único criado-mudo, compartilhado pelas meninas, fica entre as camas. Em vez de pés, ele tem rodízios, o que facilita sua movimentação durante o uso das bicamas (Foto: Celia Weiss e divulgação)
 
 (Foto: Celia Weiss e divulgação)
escrivaninha: painel feito de laca, na mesma cor, esconde os fios dos aparelhos eletrônicos (Foto: Celia Weiss e divulgação)

Território de paz
De vez em quando, os irmãos Pedro, 11 anos, e João, oito, se estressam por dividir o quarto. Até o nascimento da irmã, Clara, cada um tinha o seu. No entanto, segundo a mãe, a advogada carioca Sylvia Muanis, a rotina tem sido tranquila neste apartamento no Leblon, no Rio de Janeiro – graças à privacidade do mais velho. O pé-direito de 2,80 m permitiu à designer de interiores Paola Ribeiro colocar uma das camas no andar de cima, onde dorme Pedro. “Essa solução exige aproximadamente 1,10 m entre o colchão e o teto”, diz. “O ideal é que a criança possa, no mínimo, sentar na cama sem bater a cabeça.” Posicionada debaixo da escada, cujos interiores dos degraus são nichos para objetos, a escrivaninha é compartilhada de forma pacífica. “O Pedro estuda de manhã, o João, à tarde”, conta Sylvia.

 (Foto: Celia Weiss e divulgação)
utilizou-se tela amarrada com cordão. Na foto à dir., o armário de freijó lavado, executado pela marcenaria Visoma, tem um nicho para o futon de hóspedes. roupa de cama feita sob medida, da Brasil interiores (Foto: Celia Weiss e divulgação)

Irmã coruja
“Eu vou querer dormir com o bebê”, disse a pequena Fernanda, então com quatro anos quando soube que sua mãe, a arquiteta Luciana Corrêa, estava grávida. Para transformar o escritório de 16 m2 em quarto infantil na casa em Santo André, região da Grande São Paulo, a profissional tomou como ponto de partida preservar a privacidade da menina e separar as áreas de brincar e de dormir. O pé-direito de 2,70 m permitiu a criação da cama suspensa, acessada pela escada e protegida por guarda-corpo, onde dorme Fernanda. No vão livre sob esta cama, Luciana colocou um colchão forrado de couro sintético – fácil de limpar –, estante com livros, TV e parede pintada com tinta para lousa. No lado esquerdo do quarto estão o berço e a cômoda do bebê, Maurício, ressaltados pela caixa semicircular feita na marcenaria.“Foi a maneira que encontrei de dividir os ‘territórios’ e esconder o deslocamento do ponto de luz”, diz Luciana.

 (Foto: Celia Weiss e divulgação)
ambos executados pela JS marcenaria (Foto: Celia Weiss e divulgação)
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Veja também:

MISTURE ESTAMPAS SEM CERIMÔNIA

CAMA É DIVERSÃO

ALTERNATIVAS À SALA DE JANTAR

DE OLHO NELA

Mais matérias como esta em Notícias => Interiores - Ambientes e Decoração.

A Revista Mais Construção agradece a sua visita. Muito obrigado!!!

VAI COMPRAR, ALUGAR OU VENDER UM IMÓVEL?

Escrito por Everton. Publicado em Mercado Imobiliário

Saiba aqui por que é tão importante consultar um Corretor de Imóveis.

Em todo o país, somente o corretor de imóveis é autorizado a intermediar transações imobiliárias, como estabelece a legislação que regulamentou a profissão (Lei 6.530/78 e Decreto 81.871/78). Mas não é apenas a determinação legal que faz este profissional ser essencial na hora em que você quer comprar, vender ou alugar um imóvel...

OÁSIS PAULISTANO

Escrito por Everton. Publicado em Arquitetura

Com paredes curvas fechadas por vidros e volumes em balanço que dão leveza, o sobrado de 360 m², projetado pelo arquiteto Jorge Siemsen, abraça uma jabuticabeira preservada no terreno em bairro nobre de São Paulo. Ela é só um item na generosa área externa.

Login

iCagenda - Calendar

Nenhum evento no calendário
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Visitantes

129490
Hoje
Ontem
Esta Semana
Última Semana
Este Mês
Último Mês
Geral
220
675
4424
120384
20299
21342
129490

Seu IP: 54.234.45.10
19-01-2018